06 março 2013

MIni-Fiv (MEO)


Mini-FIV (Míni Fertilização In Vitro) é uma recente alternativa dos tratamentos de Fertilização in Vitro que torna o procedimento bem mais simples, oferecendo um custo financeiro reduzido em relação ao FIV convencional ( 70-80% menor) , além de reduzir o desconforto e efeitos colaterais das medicações injetáveis  e resultados semelhantes aos da FIV-Convencional.
Baseia-se na hipótese já praticada hoje pela ciência de que são suficientes não mais do que dois a três óvulos em uma estimulação ovariana para produzir embriões de boa qualidade. Este procedimento utiliza uma Mínima Estimulação Ovariana-MEO, usando comprimidos e pouca medicação injetável. Esta estimulação mais leve aproxima-se do planejamento natural, que mensalmente procura selecionar naturalmente os melhores óvulos. As estimulações mais agressivas nas FIVs-Convencionais, que utilizam mais medicamentos, podem produzir um número maior de óvulos, porém, de pior qualidade. Desta forma, são formados embriões com chance menor de implantação e com risco maior de aborto.  Trabalhos recentes mostram que nas mulheres com idade superior ou igual a 40 anos a taxa de gravidez pode ser superior a FIV convencional.

Indicação – Mulheres que  não desejam ou não podem receber altas concentrações de hormônios injetáveis, que produzem poucos óvulos,  independente das doses de medicamentos injetados (más respondedoras), que tenhamvários policísticos ou em casos especiais. Está freqüentemente associado a várias coletas de óvulos acompanhada devitrificação dos embriões e“coletânea” dos mesmos.

Custo aproximado
R$ 10.200,00 +  Custo aproximado da Medicação - R$ 3.000,00


_______________________________________
FABÍOLA PECE comenta: Mais uma vez a ciência contribuindo para a Reprodução Humana. Converse com seu médico para saber se é indicada no seu caso.

Nenhum comentário:

Pesquise o assunto

Postagens Anteriores

Receba as postagens no seu e-mail

Ocorreu um erro neste gadget

Qual assunto você gostaria de ler ?

Nome:
E-mail:
Assunto:
Mensagem: