07 setembro 2012

Causas de uma gravidez de alto risco


Uma boa nutrição e estilo de vida saudável é importante a toda mulher, mesmo antes de engravidar. Durante a gravidez um bom pré-natal com acompanhamento médico pode ajudar a prevenir muitas complicações.

Mas, existem fatores que podem vir a ocasionar a gravidez de alto risco antes da existência dela. Esses fatores para gravidez de alto risco incluem:

1- Idade da mãe (muito jovem ou muito elevada).
2- Problemas já existentes em gravidezes anteriores.
3- Condições médicas pré-existentes, como pressão alta, diabetes ou AIDS.

Agora, existem fatores que podem ocasionar gravidez de alto risco (quando já iniciada a gravidez)

1- Pré-eclâmpsia e eclampsia.
Pré-eclampsia é uma síndrome que inclui pressão alta, proteína urinária, e alterações nos níveis sanguíneos de enzimas hepáticas durante a gravidez. Ela pode afetar os rins, fígado e cérebro da mãe. Com tratamento, muitas mulheres terão bebês saudáveis. Entretanto, se deixada sem tratamento, essa síndrome pode ser fatal para a mãe e/ou bebê, e pode ocasionar problemas de saúde a longo prazo. Eclampsia é uma forma mais severa de pré-eclampsia que causa convulsões e coma na mãe, podendo ser fatal.

2- Diabetes gestacional
A diabetes gestacional é um tipo de diabetes que somente mulheres grávidas têm. Se uma mulher tem diabetes quando está grávida, e nunca teve essa doença antes, ela é classificada como diabetes gestacional. Muitas mulheres com diabetes gestacional têm bebês saudáveis porque seguem o tratamento.
3- HIV/AIDS
A AIDS pode matar o danificar células do sistema imunológico, progressivamente destruindo a capacidade do corpo lutar contra infecções e alguns tipos de câncer. Muitas mulheres podem passar o HIV para seus bebês durante a gravidez, no parto, ou ao amamentar. Porém, há formas eficientes de prevenir a transmissão do HIV da mãe para o bebê.

4- Parto prematuro
O parto prematuro é aquele que acontece antes de 37 semanas de gravidez. Uma vez que o bebê não está completamente desenvolvido, ele pode não ser capaz de sobreviver fora do útero. Os médicos normalmente tomam medidas para tentar impedir que o parto prematuro ocorra. Embora não tenha forma de saber qual mulher terá parto prematuro, há alguns fatores que aumentam a probabilidade dele ocorrer. Esses fatores incluem : infecções, cérvix diminuído, ou histórico de partos prematuros anteriores.

Algumas condições médicas, como pressão alta, diabetes e problemas cardíacos, renais ou respiratórios, podem se agravar durante a gravidez. Cuidados pré-natais regulares podem ajudar para uma gravidez saudável para a mulher e o seu bebê.
FABÍOLA PECE comenta: Quando a gravidez ocorre em uma idade até 30 anos já se eliminam  vários fatores acima mencionados, que se agravam com a idade. Porisso, quando a escolha da mulher for a maternidade, acho que ela deve ser bem planejada, começando-se a praticar o que  houver de mais saudável para favorecer a gravidez e para que tudo saia da melhor forma possível; será bem melhor, haja visto que muitas vezes ocorrem problemas que independem disto. Então, vamos eliminar o máximo de problemas, lembrando que os sacrifícios por um filho estarão só começando.

Nenhum comentário:

Pesquise o assunto

Postagens Anteriores

Receba as postagens no seu e-mail

Ocorreu um erro neste gadget

Qual assunto você gostaria de ler ?

Nome:
E-mail:
Assunto:
Mensagem: