16 agosto 2012

Quando a causa da infertilidade é masculina


O problema da infertilidade deve ser encarado sempre como sendo um problema do casal, independente da origem, se do lado feminino ou masculino. Mas são feitos exames investigatórios para saber aonde está a dificuldade. Em se tratando do homem,  quando o casal não consegue engravidar, o primeiro exame pedido é o espermograma, uma análise da amostra do sêmen colhida pelo próprio homem.
Simples, rápido e indolor, esse teste revela a qualidade, a quantidade e a motilidade do espermatozóide. Com esse resultado em mãos, é possível descartar várias suspeitas. Veja algumas:
 Varicocele: é o problema mais comum de infertilidade masculina. É uma dilatação dos vasos sangüíneos que passam pelos testículos, provocando o aparecimento de varizes e diminução da circulação local. Isso faz com que haja a queda  da produção dos espermatozóides e a redução do volume testicular. O tratamento é cirúrgico e bem sucedido em 80% dos casos.

Bloqueio dos dutos ejaculatórios: quando os dutos deferentes (canais que levam os espermatozóides dos testículos à uretra para serem ejaculados) estão bloqueados pela vasectomia , ocorre a azoospermia, que é a ausência de espermatozóides no sêmen. A reversão é feita somente com outra cirurgia. Quanto menor o tempo decorrido do procedimento melhor será a reversão. A taxa de sucesso é de 70%..

Baixa concentração de espermatozoide: a redução pode ser causada por estresse, idade avançada e o uso de substâncias como a nicotina, maconha e cocaína. Alguns estudos também relataram que a obesidade pode comprometer a quantidade e a qualidade dos espermatozóides.

Redução na motilidade do espermatozoide: causada por infecções, varicocele ou causa genética, prejudica a capacidade do espermatozóide de nadar em direção ao óvulo. Nem sempre é possível reverter o quadro.

Falência testicular: provocada por caxumba, quimioterapia e anabolizantes, reduz a produção dos espermatozóides ou dificulta sua presença na ejaculação.

 FABÍOLA PECE comenta: Pessoal de experiência própria, o espermograma deve ser o primeiro exame do casal em uma investigaçãode infertilidade. È certo que  alguns problemas interferem com muita intensidade em uma gravidez , interferindo direto na implantação. Assim como foi meu caso, a baixa qualidade foi  o fator principal  da gravidez se consumar. Além do que, para o homem é muito menor o tempo e desgaste na investigação enquanto a mulher tem muito  mais tipos de exames que precisam ser feito. Muito mais prudente estar se  eliminando primeiramente o fator masculino para aí sim estar partindo para todos os exames na mulher.

Nenhum comentário:

Pesquise o assunto

Postagens Anteriores

Receba as postagens no seu e-mail

Ocorreu um erro neste gadget

Qual assunto você gostaria de ler ?

Nome:
E-mail:
Assunto:
Mensagem: