21 junho 2012

Dúvidas Frequentes - Parte 3



 ---  Por quanto tempo os embriões podem ficar congelados ? Pode provocar algum tipo de problema na criança que vier a nascer após o descongelamento?
Não, a Criopreservação de embriões é muito segura. Os embriões de boa qualidade e que forem excedentes ao número que será transferido para o útero devem ser congelados. A técnica de criopreservação é feita em nitrogênio líquido a menos 196 graus Célsius;
pela técnica convencional (embriões que são criopreservados no terceiro dia de evolução laboratorial), ou pela Vitrificação (congelamento ultra rápido de embriões no quinto dia de evolução laboratorial). Podem permanecer criopreservados por tempo indeterminado. Existe a possibilidade dos embriões não sobreviverem ao descongelamento. Isso pode ser decorrente da qualidade do embrião, ou devido à técnica em si, que pode, por exemplo, provocar a formação de cristais de gelo e romper a membrana celular embrionária. Nesse caso, não há embrião a ser transferido. Caso o embrião sobreviva não existe nenhum estudo até hoje que mostre algum risco em relação à criança que virá a nascer.

FABÍOLA PECE comenta: Isto ainda é uma polêmica. Não existe prazo máximo de se manter embriões congelados, pois pela ética não se pode descartar. Existem várias maneiras de se pensar à partir de quando começa a vida.



 ---   Até quando eu posso fazer tentativas de FIV? Existe um limite máximo de tentativas ? E de idade, existe limite?

Não existe um limite de tentativas. Existe uma análise individual  para  cada caso.
Estatísticas:
Até 35 anos = a chance de gravidez por FIV é de até 50%.
Entre 35 e 38 anos = chance de 40% de chance de gravidez;
Entre 38 e 40 anos = chance de 30%;
E após 40 anos de idade=chance inferior a 20% por tentativa.

O tratamento de reprodução assistida na maior parte das vezes exigie a repetição do processo para a obtenção da gravidez tão desejada. Não existe limite de tentativas. O importante é sempre chegar a melhor estratégia para o casal. Isso significa, em alguns casos parar. Quanto a idade também não existe limite. Os parâmetros utilizados são para se obter o prognóstico em relação ä reserva ovariana da mulher.­­
_______________________________________________________________
FABÍOLA PECE comenta:
Então, acho que o limite depende do bolso de cada um, afinal de contas esses tratamentos são muito caros e por exigirem, na maioria das vezes mais de 1 tentativa torna-se inviável para muita gente. Mas tudo depende de cada caso. A de se analisar qual o problema de cada casal, a idade da mulher e se projetar a eles qual o mais eficiente tratamento para que além do lado financeiro  reduzam também o desgaste psicológico que é muito.

Nenhum comentário:

Pesquise o assunto

Postagens Anteriores

Receba as postagens no seu e-mail

Ocorreu um erro neste gadget

Qual assunto você gostaria de ler ?

Nome:
E-mail:
Assunto:
Mensagem: