25 novembro 2013

Cisto de Naboth

Os cistos de Naboth, também podem ser chamados de folículos de Naboth; e se caracterizam pela presença de um ou mais nódulos na parede do útero.

Aparecem quando o epitélio escamoso estratificado da parte externa do colo (em direção à vagina) cresce sobre o epitélio colunar simples sobre a parte interna do colo (em direção ao útero), resultando no bloqueio do ducto ou passagem das chamadas glândulas de Naboth, que são glândulas mucosas. A partir daí surge o acúmulo de secreção, dando origem a um nódulo arredondado sob a superfície do colo uterino.
Durante os exames ginecológicos é possível observar a presença do cisto de Naboth. Surge como uma elevação pequena, de colocação esbranquiçada, como uma pústula. Podem aparecer sozinhos ou em grupos e, apesar de serem benignos, e resultam de uma infecção anterior ou recentemente, levando à irritação do colo uterino, resultando em um processo denominado metaplasia. Esta condição é mais comum em mulheres que estão na idade reprodutiva, principalmente nas que já tiveram filhos.
Estes cistos não costumam causar problemas maiores, embora alguns possam persistir indefinidamente. E às vezes eles somem e retornam conforme o ciclo menstrual.
Caso os cistos cresçam exageradamente, levando a problemas secundários, o médico deverá investigar, por meio de biópsia, se este houve evolução para neoplasia ou se há outros problemas. Mas esses casos são minoria. O método de remoção dos cistos neste caso é a eletrocauterização, podendo haver recidiva.
______________________________________________________________


FABÍOLA PECE comenta: Se você sempre estiver em dia com seus exames, o tratamento torna-se facilmente efetivo.

Nenhum comentário:

Pesquise o assunto

Postagens Anteriores

Receba as postagens no seu e-mail

Ocorreu um erro neste gadget

Qual assunto você gostaria de ler ?

Nome:
E-mail:
Assunto:
Mensagem: