18 fevereiro 2013

O intervalo de um a dois ciclos naturais entre as tentativas de Reprodução Assistida costuma ser indicado pelos médicos.





Em geral, os médicos não recomendam emendar uma
tentativa de fertilizaçãoin vitro (FIV) com uma nova tentativa
logo no mês seguinte.
Mas isso pode  ter total fundamento se analisarmos
racionalmente, porém não é bem o que acontece.
As mulheres, geralmente, induzidas  pela forte
ansiedade não conseguem esperar. Fato é que o tempo
de espera para o organismo se recuperar costuma ser
de um a dois ciclos menstruais, principalmente se
houver o uso de medicamentos para indução ovulatória,
o que acontece nos procedimentos de inseminação
artificial intrauterina e FIV. É preciso esperar que o
ovário volte ao tamanho normal e os folículos
estimulados regridam. Se houver estimulação na
sequência e ainda tiver formações remanescentes
do outro ciclo, podem ser estimuladas essas formações
antigas e criar um problema no ovário.
O tratamento deve ser reiniciado após a normalização
do ovário e depois de as taxas de hormônio se regularizem.
A mulher só pode começar do zero, não do meio,
senão ela não vai ter bom resultado, com qualidade e
inclusive o organismo não vai responder
Como se sabe quando o ovário está normalizado:.
Por meio do ultrassom transvaginal. Somente após
 o exame é refeito o ciclo.

Na FIV, o período para que o organismo se normalize
costuma demorar de um a dois ciclos. Na inseminação
(método de menor complexidade), a quantidade de
hormônio utilizada é menor, portanto é possível, em
muitos casos, que a mulher refaça o procedimento no
próximo ciclo menstrual, caso o ultrassom aponte a
regularização do ovário.

Em métodos de reprodução assistida que não estimulam
o ovário a liberar mais óvulos, como a inseminação
artificial intrauterina ou FIV com ciclo natural, não é
preciso esperar.

Outra situação a se destacar são os casos de abortamento 
espontâneo: é necessário também haver de um a dois ciclos
de intervalo para que o nível hormonal se estabilize. Quando
a mulher aborta, não se sabe quando o ciclo vai recomeçar.
A única maneira é observar depois a menstruação do ciclo
que vai começar e reprogramar a partir disso.


Além do lado fisiológico nesta espera recomendada, ainda
é preciso ser analisado o lado emocional. Para determinados
casais, esperar um tempo antes de reiniciar o tratamento
seria mais recomendado, como forma de aliviar a pressão.
Após uma tentativa sem êxito, deve-se conversar  com o
médico, que lhes explicará as possibilidades de tentar de novo.

_____________________________________
Fabíola Pece comenta: Essa conversa é extremamente 
importante, mesmo porque o médico escolhido deverá ser 
um profissional
de sua confiança. Mas a decisão final sempre cabe ao casal.
Cada um sabe analisar o seu lado emocional e financeiro 
para decidir sobre uma próxima tentativa ou não.

Nenhum comentário:

Pesquise o assunto

Postagens Anteriores

Receba as postagens no seu e-mail

Ocorreu um erro neste gadget

Qual assunto você gostaria de ler ?

Nome:
E-mail:
Assunto:
Mensagem: