28 novembro 2012

Injeções Anticoncepcionais

Muitas mulheres fazem uso dos anticoncepcionais injetáveis, por acreditarem que as chances de uma gravidez indesejada sejam menores e isso se dá pelo fato da sua administração, pois não requer que seja tomado diariamente e no mesmo horário, diminuindo consideravelmente as chances de falha.
Trata-se de uma injeção á base de estrogênio e progestogênios, hormônios parecidos com os produzidos pelo ovário, aplicada de maneira intramuscular uma vez por mês.
São tão eficazes quanto às pílulas bloqueando a ovulação e alterando o muco cervical que o torna mais espesso dificultando a subida dos espermatozóides, muito do seu uso se deve também por sua eficácia ser imediata, diferentemente das pílulas.
Quando há certeza que de que não está grávida, poderá ser aplicada a injeção em qualquer dia do seu ciclo menstrual, porém o mais recomendado é que seja aplicado entre o primeiro e o sétimo dia.
Se você estiver amamentando deverá iniciar seu uso após seis meses, caso deixe de amamentar poderá iniciar seu uso imediatamente não sendo necessário esperar pela menstruação.
Existem também alguns anticoncepcionais injetáveis de uso trimestral, esses inibem a ovulação por supressão, alteram o muco cervical e o endométrio, porém causam alguns efeitos colaterais como: frequentes irregularidades menstruais ou a ausência total da menstruação tem se um aumento de peso considerável, além de dores de cabeça e mamas e em alguns casos redução ao estímulo sexual.
Pode ser administrada em mulheres de qualquer idade, inclusive durante a amamentação. Para as que planejam engravidar seu uso é desaconselhável, pois após sua interrupção a mulher só voltará a ser fértil de seis meses a um ano, diferentemente da aplicação mensal que se dá quase que imediatamente após sua interrupção.
Para as injeções trimestrais recomenda-se a aplicação até o quinto dia do ciclo menstrual e, até o sétimo dia após o parto, também aplicada de forma intramuscular e repetida a cada três meses.
Se você é do tipo “esquecidinha” e se identificou com esses métodos contraceptivos o primeiro passo é procurar um médico ginecologista para orientá-la quanto ao mais recomendado a você. Lembre-se nunca inicie um tratamento por orientações de amigos ou parentes, pois nem tudo o que faz bem aos outros se aplicam a nós.

______________________________________
FABÍOLA PECE  comenta: Em particular, eu acho terrível este método, pois a menstruação é necessária, e essa medicação trimestral traz muitos efeitos colaterais, fora que o retorno da fertilidade é mais demorada.

Nenhum comentário:

Pesquise o assunto

Postagens Anteriores

Receba as postagens no seu e-mail

Ocorreu um erro neste gadget

Qual assunto você gostaria de ler ?

Nome:
E-mail:
Assunto:
Mensagem: