24 setembro 2012

Novidade para quem tem Endometriose


A Anvisa autorizou a venda no país do primeiro remédio específico para tratar a endometriose: chama-se Allurene. Sua principal vantagem é o uso prolongado por via oral e de uso contínuo.
Ela tem em sua composição um tipo de progesterona (hormônio), o dienogeste. Sua ação aumenta um os níveis de testosterona (hormônio masculino), e assim, produz um efeito direto na atrofia dos focos de endometriose, ou seja, diminuindo mais estas lesões, melhorando sintomas de dor através da diminuição da inflamação da doença.
Ainda não há cura para a endometriose, mas  a medicação proporciona um grande alívio, melhorando a qualidade de vida para mulheres portadoras de endometriose através da diminuição dos seus sintomas.

Estudos demonstraram que o remédio alivia, principalmente, as dores menstruais e as que surgem durante a relação sexual
Os principais efeitos colaterais relatados em estudos, principalmente em fases iniciais do uso desta medicação são: dor de cabeça, desconfortos nos seios , depressão e acne. Normalmente, a administração contínua de progesterona leva à regressão do endométrio com sangramento irregular, particularmente durante as primeiras semanas de uso. Diante disso, enquanto houver o uso desta medicação, podem acontecer mudanças no sangramento da mulher como por exemplo: diminuição do sangramento, sangramento irregular ou ausência de menstruação.
FABÍOLA PECE comenta: Notícia boa, é um avanço pelo menos para melhoras nos sintomas, uma vez que ainda não se tem a cura total, mas acredito que em breve isto aconteça diante do avanço que a medicina vem obtendo neste segmento.

Nenhum comentário:

Pesquise o assunto

Postagens Anteriores

Receba as postagens no seu e-mail

Ocorreu um erro neste gadget

Qual assunto você gostaria de ler ?

Nome:
E-mail:
Assunto:
Mensagem: