28 setembro 2012

Análise do Sêmen


A análise do sêmen deve ser o primeiro teste laboratorial solicitado e deve corresponder às orientações estabelecidas pela Organização Mundial da Saúde (OMS).

O teste da análise do sémen avalia o volume, o número e a estrutura do esperma, assim como o movimento do esperma (mobilidade). 
Para um diagnóstico  mais preciso, é aconselhável a obtenção de duas análises de sêmen do paciente. Um período de abstinência de 2 ou 3 dias deve ser respeitado, e o tempo de entrega do material ao laboratório não deve exceder 1 hora, para que não se prejudique a análise da motilidade e da progressão dos espermatozoides. A amostra deve ser obtida na clínica ou laboratório através de masturbação e coletado em um recipiente de vidro ou de plástico especial com uma abertura ampla, que não aglutine os espermatozoides ou diminua sua motilidade e vitalidade. Caso a primeira análise seja normal de acordo com os parâmetros da OMS, outras amostras devem ser obtidas para avaliar a função espermática. No caso de um primeiro exame anormal, pelo menos mais um deverá ser obtido em momentos diferentes para classificar e confirmar o tipo de anormalidade.

Volume: 

O volume considerado normal é acima de 1,5 mL. Não existe um valor máximo para o volume do sêmen. 
Valores abaixo de 1,5 mL podem representar fatores obstrutivos e é denominado "hipoespermia". 

PH: 

O pH do sêmen mede a sua "acidez". Normalmente o sêmen é básico, ou seja, apresenta pH maior do que 7,0 (de 7,2 a 8,0). 
Isso é muito importante quando ocorre a deposição do sêmen no fundo da vagina em uma relação sexual. 
O pH da vagina é muito ácido (ao redor de 4,0) e ao encontrar este ambiente hostil, o sêmen básico "neutraliza" a acidez da vagina, mantendo os espermatozóides vivos. 
Quem produz as substâncias necessárias para manter o sêmen com pH adequado são as vesículas seminais. Valores de pH altos são de pouco valor na prática clínica, pois com o tempo o pH aumenta naturalmente.

Concentração: 

O valor normal é acima de 15 milhões por mL de sêmen. 
Valores inferiores a 15 milhões denotam falhas na produção de espermatozóides. 
Concentração abaixo de 15 milhões por mL é denominada "oligozoospermia".

Motilidade: 

Divide-se em 3: 
MP (ou PR) - motilidade progressiva; 
NP - motilidade não-progressiva; 
IM - imóveis. 

A soma de MP + NP, ou seja, a Motilidade Total, deve ser superior a 40%. A motilidade progressiva (MP ou PR) deve ser superior a 32%. 
A varicocele pode causar uma alteração de motildade. Além dela, pode-se encontrar alterações nestes parâmentros em tabagistas, obesos, usuários de alguns tipos de medicamentos ou drogas ou com alterações genéticas. 
Motilidade progressiva abaixo de 32% é denominada "astenozoospermia". 

Vitalidade: 

O valor normal é vitalidade acima de 58% de espermatozóides vivos.
Deve ser realizada em todos os exames, mas em especial naqueles casos em que a motilidade progressiva (MP) é menor do que 40%.
Valores menores que 58% indicam problemas na produção de espermatozóides ou no seu transporte.
É importante a análise conjunta da motilidade + vitalidade, pois estes critérios estão fortemente relacionados; espermatozóides vivos, porém com baixa motilidade indicam problemas em seu flagelo; espermatozóides mortos e, logicamente imóveis, indicam problemas no epidídimo.
Vitalidade menor que 58% é denominada "necrozoospermia". 

Morfologia: 

Os valores normais são os maiores ou iguais a 4%. Valores iguais ou menores do que 3%, refletem morfologia crítica e suas chances para uma gravidez natural são praticamente nulas, já que o formato dos espermatozóides é tão alterado que eles não conseguem fertilizar o óvulo por não penetrar na zona pelúcida (camada de células que envolvem o óvulo). Nestes casos o tratamento indicado é a fertilização in vitro (FIV) pela técnica de ICSI. 
Morfologia menor de 4% é denominada "teratozoospermia". 
_________________________________________
FABÍOLA PECE comenta: Diante de todos essas variantes possíveis no espermograma eu acho que sempre o espermograma deveria ser o primeiro exame investigatório para um casal com dificuldades de engravidar.

Nenhum comentário:

Pesquise o assunto

Postagens Anteriores

Receba as postagens no seu e-mail

Ocorreu um erro neste gadget

Qual assunto você gostaria de ler ?

Nome:
E-mail:
Assunto:
Mensagem: