Pesquise o assunto

31 julho 2012

Gravidez psicológica (à pedidos)



Sintomas semelhantes ao de uma gravidez  ,mas sem estar grávida... Como assim  .......
É isso mesmo...
Também conhecida como gravidez psicológica, a pseudociese é uma manifestação clínica relacionada a conflitos emocionais.
Os sintomas são exatamente iguais ao de uma gestação comum e, em alguns casos, a mulher também sente inclusive  a sensação  do movimento do feto na barriga. 


A descoberta do problema só ocorre quando a mulher procura seu ginecologista para começar  o pré-natal. Ao fazer o ultrassom não há nada. O útero está vazio e ela não consegue acreditar nisso, pois era tudo muito real. Ela continua acreditando que está grávida, porque  continua apresentando  todos os sintomas.
Isto acontece  em mulheres de qualquer idade e geralmente está associado ao histórico emocional, pressão social ou ao estresse profundo relacionado ao desejo muito grande de ser mãe. E também depende muito  da  história pessoal de cada mulher. Tudo isso faz com que ela entre num estresse profundo. O desejo de estar grávida se torna tão intenso que acaba acontecendo, só que na forma de pseudociese. 

Tratamento
Na maioria dos casos, existe um atraso no início do tratamento, ´pois a mulher demora para aceitar que não está grávida. Afirma categoricamente que está grávida. Procura confirmação com outro médico, até que algum  a encaminhe para um psicólogo. É um momento muito difícil, porque ela sente que está grávida, usa roupas de grávida, sente o bebê mexer, está feliz por isso e, de repente, alguém diz que não tem nada no seu útero.. 

O tratamento é feito com acompanhamento de um médico e de um psicólogo. Demora entre 3 e 4 meses, e os sintomas vão desaparecendo progressivamente. È preciso  fazer com que a paciente traga todas essas emoções que ficaram guardadas, de raiva, de ódio, de alegria para se  entender por que há esse desejo tão grande de estar grávida,. 

FABÍOLA PECE comenta:  Pois é pessoal, às vezes muita gente acha que certas coisas são frescuras, como por exemplo depressão, e também este problema que citei na postagem acima. Aprendi a não julgar, pois  quando fazia uso dos tratamentos de  Reprodução Humana, fiquei com depressão e tive que fazer inclusive terapia. Existe mesmo e parece que Deus me fez passar para não julgar nunca sobre determinados problemas que escutava e achava exagero. 


Nenhum comentário:

Postagens Anteriores

Receba as postagens no seu e-mail

Ocorreu um erro neste gadget

Qual assunto você gostaria de ler ?

Nome:
E-mail:
Assunto:
Mensagem: