Pesquise o assunto

13 junho 2012

Tipos de Endometriose



Quanto ao estágio da doença:

§  Endometriose mínima (Estagio I): Presença de tecido endometrial num local isolado, sem aderências significantes;

§  Endometriose leve (Estagio II): Presença de tecido endometrial com menos de 5 cm, sem aderências significativas;


§  Endometriose moderada (EstagioIII): Presença de tecido endometrial em vários locais da tuba uterina, à sua volta e nos ovários e à sua volta evidentes;
                   §  Endometriose grave ( Estagio IV): Presença de tecido endometrial em áreas superficiais e profundas com aderências densas e firmes.

Endometriose superficial - São lesões espalhadas no interior do abdômen. Em alguns casos podem estar espalhadas atingindo até mesmo o diafragma. Mesmo assim, muitas vezes encontram-se sobre órgãos importantes como o intestino, bexiga e ureter e, por isto os cuidados cirúrgicos devem ser bem observados para que se evitem complicações.  Sintomas mais comuns: cólica, menstruação irregular e infertilidade. Exame clínico não apresenta alterações importantes, o ultra-som não demonstra imagens características e os exames que podem sugerir a presença da doença, (dosados no sangue) podem ou não estar alterados. O diagnóstico conclusivo e o tratamento são feitos pela videolaparoscopia. 

Endometriose ovariana- Atinge a face externa dos ovários, provoca uma retração para o interior do mesmo e forma cistos. O tamanho dos cistos é variável e causa alterações da anatomia destes órgãos. O diagnóstico é fácil, feito pelo ultra-som. O tratamento quase sempre é cirúrgico por videolaparoscopia. O rigor da técnica cirúrgica utilizada é fundamental para que se evite o comprometimento da reserva ovariana, pois é perigoso além do tecido do cisto ser retirado também tecido ovariano com óvulos de boa qualidade,resultando na falência ovariana. O cisto pode estar relacionado a endometriose de outros órgãos formando aderências. Às vezes é assintomática, porém o diagnóstico pode ser obtido com um simples exame ginecológico de rotina. A indicação cirúrgica vai depender do tamanho do cisto entre outras variáveis. 


Endometriose infiltrativa profunda -É a que apresenta sintomatologia mais agressiva comprometendo o bem-estar e a qualidade de vida das pacientes. Pode interferir na fertilidade mesmo quando são usadas as técnicas de Reprodução Assistida. Geralmente acomete vários outros órgãos
São consideradas doenças diferentes, pois não possuem a mesma origem e por isto recebem tratamentos diferenciados.
______________________________________________________________
FABÍOLA PECE comenta: Endometriose precisa sim ser encarada como uma dificuldade relevante na infertilidade, porém se bem diagnosticada e bem tratada não impossibilita em uma gravidez.
Procure mais de uma opinião até obter um diagnóstico bem embasado e faça o tratamento que o seu médico de confiança lhe orientar. Fique tranquila, você conseguirá !!!!!!!!!!!!

Nenhum comentário:

Postagens Anteriores

Receba as postagens no seu e-mail

Ocorreu um erro neste gadget

Qual assunto você gostaria de ler ?

Nome:
E-mail:
Assunto:
Mensagem: