Pesquise o assunto

04 maio 2012

Mais um dos exames investigativos - Teste Pós Coito

Este é um exame não dolorido, porém eu particularmente achei chato de se fazer. Mas faz parte da trajetória. E afinal de contas, para quem quer mesmo um baby, nada é impecilho, não é???



O teste pós-coito é um dos mais antigos testes utilizados na avaliação de infertilidade. Envolve tanto o homem quanto a mulher e é realizado logo após a relação sexual para: 
  • Assegurar que uma relação sexual completa está a acontecer.
  • Determinar se a infertilidade é devida a uma incapacidade dos espermatozóides   progredirem através do colo.
  • Demonstrar adequada estimulação estrogénica e preparação do muco do aparelho genital feminino.
O casal é aconselhado a ter relações sexuais um ou dois dias antes do dia em que a ovulação é esperada, tipicamente durante os dias 11 a 13 do ciclo, e comparecer à clínica no dia seguinte. A maioria dos centros prefere realizar o teste entre 6-12 horas após a relação sexual. Na clínica, uma pequena quantidade de muco é removida sem provocar dor do canal cervical através de um espéculo vaginal.

Após a remoção, o muco é distribuído sobre uma lâmina de microscópio e examinado ao microscópio. Nos dias 11 a 13 do ciclo, o muco visível deve ser adequado, copioso e de aspecto claro cristalino. Após a relação sexual, o muco é examinado em busca de quaisquer alterações e da presença de espermatozóides activos. O número de espermatozóides presentes é contado e os seus movimentos através do muco são observados. O teste pós-coito é graduado em ‘bom’ ou ‘mau’: 
  • Um resultado bom é aquele no qual, pelo menos, 5 espermatozóides são vistos em cada campo do microscópio e no qual se observa que eles estão nadando activamente em linha recta através do muco. Um bom PCT significa que espermatozóides suficientes estão a ser produzidos, que eles estão a ser depositados na vagina e que são capazes de penetrar o muco cervical.
  • Um resultado mau é aquele no qual menos do que 5 espermatozóides são vistos em cada campo e/ou no qual a motilidade é má e não-linear. Embora um resultado mau possa indicar um problema dos espermatozóides ou do muco, a razão mais comum é o teste ter sido efectuado no momento inadequado. Se o teste é realizado muito cedo ou muito tarde no ciclo, será anormal, porque nesses períodos o muco cervical encontra-se espesso e relativamente hostil aos espermatozóides. Apenas em torno da fase de ovulação, o muco cervical realmente favorece o transporte de espermatozóides. 

2 comentários:

Felipe Junior Pereira disse...

Eaai blz??voltei,vir visita denovo,como eu gosto de comentar vamos la...Li esse post umas 4,5 vez,o blog é bom demais,precisar nem falar nada,alguns amigos me recomendaram,Dizem que existe Rastreador de celular. Achei este link http://www.rastreador1.com/rastreador_de_celular_rastreador_gps_autotracker.php na net e gostaria de saber se alguém pode me dar referência?

Fabiola Pece disse...

Muito obrigada pelo elogio. Leia sempre, todos os dias tem uma postagem. Quanto a referência, do que se refere ?

Postagens Anteriores

Receba as postagens no seu e-mail

Ocorreu um erro neste gadget

Qual assunto você gostaria de ler ?

Nome:
E-mail:
Assunto:
Mensagem: