12 outubro 2015

Novas regras divulgadas pelo CFM (Conselho Federal de Medicina)

O Conselho Federal de Medicina divulgou mais uma atualização das regras de reprodução assistida, quando a mulher procura ajuda médica para conseguir engravidar.
Agora, as mulheres com mais de 50 anos não precisam mais de autorização dos conselhos de medicina para fazer o tratamento para engravidar, porém, elas precisam assumir junto com os médicos os riscos dessa fertilização em vitro. Uma mulher acima dos 50 anos tem 60% a mais de chance de ter um bebê prematuro, pesando menos de um quilo, além de ter complicações como pressão alta e diabetes gestacional.
As novas regras também permitem que casais de mulheres tenham uma gestação compartilhada. O óvulo de uma é colocado no útero da outra depois de receber o espermatozóide de um doador.
Porém apenas mulheres que estejam em tratamento para engravidar podem doar óvulos. O conselho detectou casos de mulheres saudáveis que faziam a doação em troca de cirurgia plástica, por exemplo.
Essa é a terceira atualização desde 1992, quando a resolução foi criada pelo Conselho, e passa a valer a partir da publicação, que deve acontecer na próxima quinta-feira (24-09) para toda a rede de saúde, tanto pública quanto particular.

Fabíola Pece comenta:  De tempos em tempos vao sendo atualizadas as regras. Porém sempre haverá o prós e contras.

Um comentário:

Edite disse...

Meu celular caso alguem possa me ajudar,fui casada tive tres filhas e fiz ligacao,agora depois de 20 anos ligada me casei de novo e meu esposo e louco por um bb nos ajude quem poder por favor,quero fazer uma enseminacao ou uma recanalizacao,mas nao tenho condicao e muito caro o tratamento,se vcs conhecem algum medico filho de deus que faca gratuito por favor entrem em contato,desde de ja agradeco 8586706865 edite obrigado

Pesquise o assunto

Postagens Anteriores

Receba as postagens no seu e-mail

Ocorreu um erro neste gadget

Qual assunto você gostaria de ler ?

Nome:
E-mail:
Assunto:
Mensagem: