17 junho 2013

Gravidez Ectópica ( matéria pedida)

O que é
A gravidez ectópica é uma gravidez que ocorre fora do útero. Nela, o feto não consegue sobreviver e  geralmente nem se desenvolve.

Causas
A gravidez ectópica ocorre quando a gestação começa fora do útero. Pode ocorrer em vários órgãos. O local mais comum é dentro de uma das trompas (local aonde os óvulos passam no caminho do ovário para o útero). Mas, em casos raros, a gravidez ectópica pode ocorrer no ovário, na região do estômago ou no colo do útero.
Geralmente é causada por fatores que impedem ou retardam o movimento do óvulo fertilizado da trompa de Falópio para o útero. Isso pode ser em razão de um bloqueio físico (cicatriz) na trompa decorrente de fatores hormonais ou outros, como fumar.
A maioria dos casos de bloqueio é causada por:
·         Gravidez ectópica anterior
·         Infecção anterior nas trompas
·         Cirurgia nas trompas
Até 50% das mulheres que tiveram uma gravidez ectópica tiveram inflamação nas trompas (salpingite) ou doença inflamatória pélvica (DIP).
Alguns casos de gravidez ectópica podem ter como causar:
·         Defeitos de nascença nas trompas
·         Complicações de um apêndice rompido
·         Endometriose
·         Cicatriz causada por uma cirurgia pélvica anterior

Outros fatores que também contribuem para uma gravidez ectópica:
·         Idade superior a 35 anos
·         Ter muitos parceiros sexuais
·         Fertilização in vitro
Em uma pequena porcentagem, a causa é desconhecida.
Outras vezes, a mulher engravida depois de fazer uma esterilização tubária das trompas. A gravidez ectópica acontece com mais frequência em dois anos ou mais após o procedimento e não logo após a ligadura. No primeiro ano após a esterilização, somente cerca de 6% dos casos de gravidez são ectópicos, mas a maioria das gestações que ocorre entre dois e três anos após a esterilização tubária será de gravidez ectópica.
A gravidez ectópica também ocorre com mais frequência em mulheres que:
·         Fizeram cirurgia de reversão da esterilização tubária para poder engravidar
·         Usavam um dispositivo intrauterino (DIU) e ficaram grávidas (muito improvável de acontecer quando o DIU está no lugar correto)
A gravidez ectópica ocorre 1 vez entre 40 a 100 gestações.

Alguns possíveis sintomas de Gravidez Ectópica
·         Sangramento vaginal anormal
·         Amenorreia
·         Sensibilidade nos seios
·         Dor lombar
·         Cólica leve em um dos lados da pélvis
·         Náusea
·         Dor no baixo abdome ou região pélvica
Se a região da gravidez anormal se romper e apresentar hemorragia, os sintomas podem piorar. Eles podem incluir:
·         Sensação de desmaio ou desmaio real
·         Pressão intensa no reto
·         Dor na região dos ombros
·         Dor forte, aguda e repentina no baixo abdome
Uma hemorragia interna causada por ruptura pode provocar pressão arterial baixa e desmaio em cerca de uma em cada 10 mulheres.
Tratamento :
A gravidez ectópica não pode ser mantida até o parto. As células em desenvolvimento devem ser removidas para salvar a vida da mãe.
Se a região da gravidez ectópica se romper, será necessário procurar ajuda médica com urgência.
Se ocorrer ruptura, uma cirurgia (laparotomia) será realizada para interromper a perda de sangue. Essa cirurgia também é feita para:
·         Confirmar uma gravidez ectópica
·         Remover a gravidez anormal
·         Corrigir danos ao tecido
Em alguns casos, talvez seja necessário retirar a trompa de Falópio.
Os tratamentos cirúrgicos mais comuns no caso de uma gravidez ectópica em que não ocorreu ruptura são a minilaparotomia e a laparoscopia. Se o médico entender que não vai ocorrer ruptura, ele pode receitar um medicamento chamado metotrexato e monitorar a paciente. É possível que sejam realizados exames de sangue e testes da função hepática.
Um terço das mulheres que teve uma gravidez ectópica é capaz de engravidar posteriormente. Uma nova gravidez ectópica pode ocorrer em um terço das mulheres. Algumas mulheres não engravidam novamente.
Complicações possíveis

A complicação mais comum é a ruptura com hemorragia interna, que causa choque. A morte por causa da ruptura é rara.
_______________________________________
FABÍOLA PECE comenta: Se ocorrer a menor suspeita de gravidez ectópica, converse com seu médica. Porisso é sempre importante o controle periódico.

Nenhum comentário:

Pesquise o assunto

Postagens Anteriores

Receba as postagens no seu e-mail

Ocorreu um erro neste gadget

Qual assunto você gostaria de ler ?

Nome:
E-mail:
Assunto:
Mensagem: