13 março 2013

Desequilíbrio Hormonal


O desequilíbrio hormonal é a causa mais comum de anovulação. Metade das mulheres com desequilíbrio hormonal não produzem folículos suficientes para assegurar o desenvolvimento de um óvulo. Isso pode ser causado por pouca secreção hormonal da glândula pituitária ou do hipotálamo.

São várias as sinalizações enviadas pelo nosso corpo que indicam um desequilíbrio hormonal podendo ser o responsável por fatores de infertilidade, tanto para a mulher, quanto para o homem. Seriam eles: pelos em excesso, acne, calvície, menstruação irregular, ganho de peso, entre outras características são alguns exemplos do que interferem na fertilidade de uma pessoa.
O surgimento repentino e constante de pelos no rosto de uma mulher, de espessura grossa e cor escura, é consequência bem comum de portadores da Síndrome dos Ovários Policísticos (SOP), uma doença que altera o metabolismo endócrino feminino. Nesse caso, os ovários produzem quantidade excessiva de testosterona, o hormônio masculino, com diminuição ou falta de ovulação e, geralmente, acompanhada de vários cistos nos ovários. Além de pelos, a SOP também pode causar calvície, menstruação irregular, ganho de peso, oleosidade na pele e acne. Mas veja bem, não quer dizer que necessariamente a mulher terá estes sintomas, muitas vezes tem somente uma irregularidade menstrual. O tratamento é à base de dieta para controlar o ganho de peso e tratamento dos sinais de hirsutismo (pelos em excesso) para amenizar essas consequências da Síndrome. Em situações mais graves, a SOP pode causar infertilidade.
Outro fator de descontrole dos hormônios é no caso da hiperprolactinemia, ( excesso de produção do hormônio prolactina), responsável pela produção do leite nas mulheres durante a gravidez. Quando os seus níveis estão desregulados no organismo da paciente, pode haver a liberação do leite pelos mamilos de não gestantes e distúrbios de ovulação. No homem, a prolactina inibe a produção da testosterona e, consequentemente, pode ocorrer diminuição da libido, causar disfunção erétil e alterações no número e qualidade dos espermatozoides. O tratamento geralmente é feito com medicamentos.
Nos homens, raramente, os problemas de infertilidade são causados por desequilíbrios hormonais. Os sintomas dessas alterações são associados a outros sintomas como impotência e disfunção erétil, mas, geralmente, o espermograma é normal.
Existem também algumas outras situações de irregularidade hormonal que interfere na fertilidade que seriam: hipertireoidismo e hipotireoidismo

Tratamentos para infertilidade

O tratamento terá que ser feito após ser evidenciada a causa do problema. Se após o tratamento, ainda persistir a infertilidade, indica-se a reprodução assistida. Atualmente, existem três tipos de procedimentos assitidos: coito programado, cuja relação sexual é programada para o período fértil; Inseminação Intrauterina (IIU), que consiste em selecionar os melhores espermatozoides e colocá-los dentro do útero, para facilitar o encontro do óvulo com os espermatozoides; e a fertilização in vitro, em que a fecundação dos gametas (óvulos e espermatozoides) é feita em laboratório.
__________________________________________________
FABÍOLA PECE comenta: No caso de SOP (síndrome de ovários poliscísticos) muitas vezes o problema é solucionado apenas com medicamentos para nivelar os hormônios, porém como falado acima, em alguns casos somente isso não é suficiente. Em alguns casos, além da SOP existem outras causas associadas. Foi o que aconteceu comigo.

2 comentários:

PRI- quero meu Milagrinho (baby) disse...

TENHO SOP E SOFRO A ANOS COM ISSO

TIVE GANHO DE PESO E MUITOS DESSES SINTOMAS CITADOS A CIMA...

FOÇAR NO TRATAMENTO E TER FÉ

*-*

Fabiola Pece disse...

fIQUE TRANQUILA, VOCÊ CONSEGUIRÁ !!

Pesquise o assunto

Postagens Anteriores

Receba as postagens no seu e-mail

Ocorreu um erro neste gadget

Qual assunto você gostaria de ler ?

Nome:
E-mail:
Assunto:
Mensagem: