16 novembro 2012

Locais mais acessíveis ao tratamento de Reprodução Humana


Muita gente desconhece a existência de outras alternativas mais baratas para conseguir um "bebê de proveta".
No Estado de São Paulo, os seguintes serviços públicos realizam fertilização "in vitro" gratuita, ou quase: Hospital das Clínicas de Ribeirão Preto, Hospital das Clínicas de São Paulo, Hospital São Paulo, Santa Casa de São Paulo, Hospital Pérola Byington e o Hospital de Clínicas da Unicamp.

A Secretaria Estadual da Saúde não fornece a medicação gratuitamente para todos esses hospitais por não julgar uma área de prioridade em saúde pública, mas o preço é bem mais em conta. Mas, alguns hospitais estabelecem idade máxima para as pacientes que se candidatam ao tratamento. No Hospital de Clínicas da Unicamp (Universidade Estadual de Campinas), a idade limite é de 36 anos. No Hospital das Clínicas de Ribeirão Preto, 40, e no Pérola Byington é de 37 anos.

Uma informação importante: as pacientes devem ser encaminhadas por postos de saúde, outros hospitais ou médicos particulares. E nem todos as candidatas são atendidas. É feita uma triagem que escolhe os casos mais graves.

Só não pode é desanimar com a lentidão dos serviços públicos, pois a fila de espera pode chegar a 5 anos.

Mas... também existem opções de clínicas particulares que atendem por um preço mais acessível.
A Associação Instituto Sapientiae, uma entidade assistencial e educacional sem fins lucrativos, oferece orientação e tratamento na área de reprodução humana para pessoas de baixa renda. Cada caso é analisado e a paciente pode pagar de acordo com as suas possibilidades financeiras.
Uma outra opção é o Projeto Beta -Rua Cincinato Braga, 37 conj: 307 | Bela Vista - São Paulo - SP | (11) 3826-7017

Repassando abaixo pesquisas minhas fresquinhas de como funcionam esses lugares com acesso gratuito ou  com custo bem menor (inclusive no RJ como haviam me pedido):

São Paulo

Hospital Pérola Byington

Como funciona: o tratamento é gratuito. Os interessados devem agendar uma consulta no hospital público de São Paulo. Para isso, basta ligar na terceira quarta-feira de cada mês a partir das 8 horas, para os seguintes números: (11) 3112-1210 (11) 3112-1210 ou (11) 3104-2785 (11) 3104-2785 . Entre 40 e 50 pacientes são atendidas mensalmente. Após os exames e a visita ao médico, é necessário aguardar o tratamento numa fila de espera de até três anos. O critério de seleção é a ordem de chegada – não há análise socioeconômica. O programa já tem medicamentos incluídos e é válido para pessoas de qualquer parte do país.

Endereço: Rua Santo Antônio, 630
Informações: hospitalperola@ig.com.br
Telefones: (11) 3248-8000 (11) 3248-8000 (PABX do hospital)

Hospital São Paulo

Como funciona: há desconto de até 60% no tratamento. No primeiro dia útil do mês, os interessados de todo o país podem ligar na Central de Reprodução Humana, no número 0800-7723322, das 10 às 17h30. São aceitos novos pacientes até completar o número de vagas mensais, que varia de 50 a 100, dependendo da disponibilidade do hospital no período. Quem conseguir um lugar assistirá à palestra sobre a reprodução humana, marcada para o primeiro sábado do mês seguinte. Depois do encontro explicativo, os casais passam pelos exames e pela consulta médica e partem para o tratamento com profissionais da Universidade Federal de São Paulo (Unifesp). Não há fila de espera nem análise de renda.

Projeto Beta

Como funciona:  clínica  fundada por iniciativa de especialistas da área e professores universitários. O casal deve participar de uma palestra gratuita, onde terão a oportunidade de tirar as suas dúvidas. Após a palestra os casais interessados podem marcar uma consulta com um médico para saber qual a causa da infertilidade e consequentemente o tratamento a ser feito, esta consulta tem um valor de 190,00 .Neste valor está incluído um retorno até 3 meses, um ultra som e um exame de espermograma .Para os casais que optarem por não passar na palestra o valor da consulta é de 250,00.
Só após estes procedimentos, o casal passará com a gerente administrativa do Projeto para saber o preço do tratamento de acordo com seu perfil sócio-econômico. O valor cobrado depende do tratamento que será realizado e da situação sócio econômica de cada casal.
As datas das próximas palestras são:
17/02 - 26/03 - 30/04 - 28/05 - 11/06 - 30/07 - 20/08 - 24/09 - 22/10 - 26/11 - 10/12

Endereço: Rua Cincinato Braga, 37 Bela Vista
Telefone: (11) 3826-7017

Santo André

Faculdade de Medicina do ABC

Como funciona: há descontos de até 70% no tratamento. Professores e médicos residentes do hospital universitário atendem cerca de 100 mulheres por mês. O agendamento da consulta, gratuita, é feito no número (11) 4993-5401 (11) 4993-5401 , de segunda à sexta das 8 às 17 horas. Estima-se em dez dias o tempo de espera para a primeira visita ao médico, que inclui uma palestra sobre a reprodução humana. Depois dos exames, não é necessário aguardar em uma fila para fazer o procedimento recomendado. Não há a análise de renda. Os exames podem ser feitos pelo SUS ou pelo convênio médico e o programa atende casais de todo o país.

Ribeirão Preto

Hospital das Clínicas

Como funciona: o tratamento é gratuito e o serviço é exclusivo para pacientes do interior paulista. Os interessados devem ir a um posto de saúde em sua cidade, que encaminhará o pedido para a divisão regional até chegar ao hospital. Não há a análise socioeconômica e a fila de espera é de cerca de um ano. Os tratamentos são realizados pelos professores e médicos residentes da instituição universitária. Os custos com medicamentos devem ser pagos pelo casal.

Rio de Janeiro

 Projeto Vida


Como funciona: há tratamentos gratuitos e com desconto de 50%, mas apenas casais com renda até R$ 2,3 mil podem se inscrever no site da clínica carioca Pró Nascer para uma palestra sobre a reprodução humana, que acontece a cada dois meses. No encontro, com 90 casais, são sorteados dez tratamentos gratuitos, a serem realizados pelos profissionais da instituição, para pessoas com renda até R$ 1,2 mil e dez descontos de 50% para quem ganha entre R$ 1,2 mil e R$ 2,3 mil. Os medicamentos não estão incluídos no valor.


 Todo o país

Programa Acesso

Como funciona: para participar, é necessário que a renda do casal não ultrapasse R$ 3.850. Não existe seleção, fila de espera e vagas delimitadas, mas é preciso comprovar os rendimentos e preencher um questionário disponível nas 72 clínicas conveniadas em todo o país. Para saber se existe alguma na sua cidade, basta ligar no número 0800-113321. O programa foi criado pela Vidalink, uma empresa de gestão de benefícios de medicamentos, e tem o patrocínio do laboratório Merck Serono. O desconto é apenas para a fertilização in vitro.  Além do desconto, o programa permite o parcelamento no cartão de crédito em até 12 vezes.
____________________________________
FABÍOLA PECE comenta: Sempre estou atrás de informações atualizadas e com certeza existem várias outras clínicas e programas espalhadas por aí;
Por favor,  se alguém souber de mais alguma e quiser acrescentar à lista, deixe um comentário aqui e eu postarei a todos. Terei o maior prazer em aumentar a nossa listinha.
Espero que possa ajudar alguém.

Nenhum comentário:

Pesquise o assunto

Postagens Anteriores

Receba as postagens no seu e-mail

Ocorreu um erro neste gadget

Qual assunto você gostaria de ler ?

Nome:
E-mail:
Assunto:
Mensagem: