09 agosto 2012

Mitos e verdades sobre fertilidade


Existe algumas informações que são verdadeiras , outras que são puros mitos e rapidamente se espalham por uma falta de conhecimento das pessoas.

ABORTO PROVOCADO PODE CAUSAR INFERTILIDADE
Verdade. O aborto provocado pode causar infertilidade porque na maioria das vezes pode deixar sequelas como lesões nas trompas, aderência das paredes do útero e infecções, pois não é difícil ser feito por pessoas sem preparo nenhum, inclusive muitas das vezes sem assespsia e esterilização de nada. Já os abortos espontâneos não apresentam risco de infertilidade para a mulher, pois o útero volta ao normal.
MULHERES MAIS VELHAS TÊM MAIS DIFICULDADE PARA ENGRAVIDAR
Verdade. A chegada aos 35 anos inicia uma nova etapa cronológica na vida da mulher. Principalmente a partir dessa idade, a quantidade e qualidade dos óvulos cai, diminuindo as taxas de gravidez e aumentando a ocorrência de abortos espontâneos com muito mais frequência.
MULHERES COM OVÁRIO POLICÍSTICO NÃO CONSEGUEM ENGRAVIDAR
Depende. A síndrome do ovário policístico é uma desordem do sistema endócrino e provoca um desequilíbrio hormonal, causando problemas na ovulação e consequentemente na fertilidade da mulher.Mas um problema que é facilmente corrigido com medicamentos.
USAR PÍLULA ANTICONCEPCIONAL POR MUITO TEMPO PODE CAUSAR INFERTILIDADE
Mito. Independentemente de quanto tempo a mulher usou a pílula, isso não interfere em nada quando a mulher decide engravidar. O que pode ocorrer é a mulher ter alguma disfunção já antes de iniciar a pílula, e que só será detectada após a suspensão do uso do anticoncepcional.
O ESTRESSE PREJUDICA A FERTILIDADE
Depende. Não há dúvidas de que o estresse tem influên­cia sobre os hormônios e, por isso, pode interferir na fecundação e na fertilidade. Além disso, não se pode esquecer que passar por uma fase de nervosismo extremo pode prejudicar o desejo, afetando as relações íntimas.
O USO DE PÍLULA DO DIA SEGUINTE PODE INTERFERIR NA FERTILIDADE
Mito. Apesar dela poder causar inúmeros efeitos colaterais no seu organismo, a infertilidade não é um deles. Porém quando muito utilizada, a pílula do dia seguinte pode perder a eficácia. A pílula do dia seguinte deve ser usada estritamente e apenas em caso de emergências para não alterar o seu ritmo hormonal.

________________________________________________________________________
FABÍOLA PECE comenta: Sempre obtenha as respostas de seu médico, nunca acredite só no que escuta falar

Nenhum comentário:

Pesquise o assunto

Postagens Anteriores

Receba as postagens no seu e-mail

Ocorreu um erro neste gadget

Qual assunto você gostaria de ler ?

Nome:
E-mail:
Assunto:
Mensagem: