02 julho 2012

Riscos da Gravidez após 40 anos


Hoje em dia, muitas mulheres priorizam sua vida profissional, sua estabilidade financeira antes de pensarem em terem seus filhos.E com isso a maternidade se torna cada vez mais tardia.É uma responsabilidade muito maior optando-se porisso, pois os cuidados terão que ser muito maiores, o pré natal muito mais detalhado com consultas mais periódicas e os exames mais específicos.

As três doenças mais comuns em gestantes com idade acima dos 40 anos são: hipertensão, infecção urinária e diabetes gestacional. Já para o bebê os riscos são de doenças genéticas e cromossômicas, por exemplo: síndrome de down e anencefalia. Isso se deve ao fato de que as mulheres já nascem com todos os seus óvulos e ao chegarem aos 35 anos seus óvulos já estão começando a ficar velhos e não há mais renovação deles. Desencadeia-se então o aumento da chance dessas doenças genéticas e cromossômicas para o bebê, levando a um consequente abortamento espontâneo, muito mais comum depois dos 40 anos. A gravidez depois dos 40 anos é sempre considerada de alto risco mesmo que a mãe não tenha doença nenhuma
Porém, esses riscos são muito maiores caso seja a primeira gestação, em casos de segundo filho, essas chances diminuem bastante.


_______________________________________________________________

FABÍOLA PECE comenta:  Isto não é regra, não quer dizer que toda a mulher que faça opção por uma gravidez tardia tenha problemas; para evitá-los é interessante sempre se manter com saúde equilibrada. Agora, na minha opinião particular, eu acho que tudo isto, todo o desgaste que se tem com esta escolha pode ser evitada ao termos nossos filhos na idade ideal, nem muito precoce, nem muito tardiamente. Há como se conciliar casamento, profissão e maternidade. 

Nenhum comentário:

Pesquise o assunto

Postagens Anteriores

Receba as postagens no seu e-mail

Ocorreu um erro neste gadget

Qual assunto você gostaria de ler ?

Nome:
E-mail:
Assunto:
Mensagem: