23 julho 2012

Redução de estômago e seus perigos na idade fértil


A cirurgia de redução do estômago (bariátrica), usada com sucesso em pessoas obesas, pode ser responsável por uma maior vulnerabilidade nutricional das gestantes e isso pode provocar reflexos nos fetos, atingindo inclusive na amamentação.

Na cirurgia de redução de estômago, a paciente tem o tamanho do estômago diminuído, o que restringe bastante a  quantidade de alimento que pode ser ingerido diariamente; geralmente o alimento passa por  um desvio de algumas partes do intestino, onde os nutrientes são absorvidos.
O desvio do trajeto do alimento serve para ele não passar pelo duodeno. Por isso há um prejuízo muito grande da absorção. A pessoa come pouco e ainda por cima  o que come não é absorvido. Como para tudo no organismo há uma compensação, não havendo esta absorção, ela vai passar a usar as reservas corporais que tem e, porisso emagrece rápido, prejudicando demais a saúde.
Isso é muito pior se esta pessoa estiver em idade fértil e ainda pensa em engravidar.
Mulheres que engravidam depois de realizar cirurgia bariátrica estão mais suscetíveis a ter filhos prematuros e baixa adesão ao aleitamento materno, além de retardo do crescimento fetal, desequilíbrio de eletrolíticos, hemorragias cerebrais, lesão da retina permanente, anemia e morte fetal,problemas com maior incidência em mulheres com suplementação inadequada.
As pacientes devem ser acompanhadas com extremo cuidado devido as diversas deficiências nutricionais que podem sofrer após o procedimento cirúrgico, tais como déficit de proteínas, eletrólitos, cálcio e vitaminas A, D, K e B12 e os médicos alertam: “uma futura gravidez após a cirurgia bariátrica só é recomendada após 18 meses”.
___________________________________________________________________
FABÍOLA PECE comenta: A obesidade é prejudicial demais a saúde, diminuindo inclusive a fertilidade da mulher, o melhor é não deixar chegar a um ponto exagerado de gordura, consulte uma nutricionista, endocrinologista, enfim, se você perceber que está engordando muito vá investigar a causa, muitas vezes isto é fácil de se resolver.Quando chega-se a um ponto de obesidade exagerada, muitas vezes a cirurgia de redução não é indicada só para o lado estético e sim para devolver uma vida um pouco mais saudável. Porém , como explicado acima, pode trazer  muitos prejuízos a gravidez e ao feto. Portanto, seja responsável para com você e muito mais  para com uma vida que desde o início depende de sua responsabilidade.Cuide sempre de sua saúde para não ter problemas futuros.


Nenhum comentário:

Pesquise o assunto

Postagens Anteriores

Receba as postagens no seu e-mail

Ocorreu um erro neste gadget

Qual assunto você gostaria de ler ?

Nome:
E-mail:
Assunto:
Mensagem: