Pesquise o assunto

24 julho 2012

Hiperprolactinemia. 0 que é isso ?



Hiperprolactinemia é a hipersecreção da prolactina. O seu estudo é importante pois feito o diagnóstico é possível a sua normalização e cura e, também excluir tumor hipofisário como fator causal.
Quando esse hormônio está em alta, os ovários não funcionam adequadamente. O problema bloqueia ou interfere na ovulação.


O aumento dos níveis de prolactina causam vários sintoma e suas causas podem ter várias origens :

1 - Fisiológicas - O próprio organismo, por necessidade, aumenta a liberção de prolactina como durante o sono, no stress físico e psicológico, durante a gravidez, durante a amamentação e no orgasmo sexual;

2 - Farmacológica - Estimulada por uso de medicamentos – Algumas drogas podem induzir a alterações na liberação de prolactina.     
      -  Antipsicóticos : Ex- Clorpromazina, Perfenazina e Haloperidol;
      - Antieméticos ou reguladores da motilidade gástrica : Exemplo -Metoclopramida e Domperidona;
      -  Antihipertensivos: Alfa Metil Dopa;
      -  Antagonistas H2 - Cimetidina e Ranitidina - Usados para o controle da secreção de ácido clorídrico no estômago;
      - Opióides - São estimuladores da secreção de dopamina;
      -  Antidepressivos : Imipramina e Fluoxetina;
      -  Estrógenos - Hormônios Sexuais como o informado.

3 -  Patológica - Quando envolve alterações no bom funcionamento do organismo.
     - Lesões do Hipotálamo - A dopamina tem a capacidade de inibição da secreção de dopamina. Quando há um comprometimento da ligação dela com a hipófise, não há inibição da secreção de prolactina pela dopamina e assim, hipófise secreta em demasia a prolactina;
     - Tumores secretores de Prolactina - Tumores do tipo Prolactinomas, são produtores de Prolactina;
     - Demais lesões da hipófise – Massas tumorais que não estejam relacionadas com tumores secretores de prolactina, também podem induzir o aumento da prolactina, pois eles comprimem a haste hipofisária e portanto, diminuem a comunicação inibitória da  dopamina e a hipófise.
      - Demais Causas - Hipotiroidismo, Síndrome dos Ovários Policísticos, Estimulação Periférica Neurogênica, Falência Renal ou Cirrose Hepática.

O que o paciente pode sentir com o aumento de Prolactina:

Nas  Mulheres – Diminuição ou parada total  do fluxo menstrual, secreção de leite (galactorréia) e infertilidade, abortos espontâneos,ressecamento vaginal, dor ao ato sexual, redução da libido, enfraquecimento dos ossos e risco aumentado de osteoporose, seborréia e hirsutismo ( pelos pelo rosto) moderado.

Nos  Homens – A manifestação mais freqüente é a diminuição da libido e da potência sexual, porém pode ocorrer diminuição na produção de espermatozóides, aumento das mamas, e diminuição na produção de sêmen.

Em ambos os sexos - ganho de peso, ansiedade, depressão, fadiga, instabilidade emocional, e irritabilidade

Tratamento do aumento de prolactina:

- Com medicamentos para aumento dos níveis de dopamaina –a dopamina regula a concentração de prolactina;

- Cirurgia para retirada da hipófise; 
- Radioterapia


FABÍOLA PECE comenta:  Muitas vezes uma simples dosagem hormonal desvenda a causa da dificuldade de engravidar, porisso é necessário uma investigação diagnóstica detalhada, além de , lógico, estarmos sempre com os exames rotineiros em dia. Eu tive problemas de hiperprolactinemia, originando um microadenoma hipofisário e ao fazer esse diagnóstico fiz uso da medicação apropriada (Parlodel) até reduzir e estabilizar o microadenoma . Resolvido o problema e estabilizado o nível de prolactina.

Nenhum comentário:

Postagens Anteriores

Receba as postagens no seu e-mail

Ocorreu um erro neste gadget

Qual assunto você gostaria de ler ?

Nome:
E-mail:
Assunto:
Mensagem: