Pesquise o assunto

15 junho 2012

Hiperprolactinemia


A hiperprolactinemia é o excesso da criação do hormônio prolactina, hormônio responsável pela produção do leite.
As causas do aumento de prolactina são várias, como exemplos mais comuns a gravidez, o estresse, e o momento pós-uso de medicamentos. Nos níveis altos de prolactina, pode surgir tumor de hipófise (adenoma) que, geralmente, é benigno e denominamos de prolactinomas.

A disfunção da prolactina é uma causa bem comum da infertilidade, pois esse hormônio tem ação na região da hipófise, e quando aumentado gera uma diminuição na secreção dos hormônios Folículo Estimulante (FSH) e Luteinizante (LH), que estimulam tantos os ovários quanto os testículos.
Com isso,na mulher, a alteração hormonal pode causar distúrbio ovulatório que leva a irregularidade menstrual e, em alguns casos, amenorreia (ausência de menstruação) e infertilidade. Além disso, podem causar galactorréia (descarga de leite pelo mamilo), diminuição da libido, dor de cabeça e alteração na visão nos casos dos tumores.
No homem, a prolactina inibe a produção de testosterona e, consequentemente, pode diminuir a libido, causar irritação emocional, fraqueza muscular, disfunção erétil e alteração no número e qualidade dos espermatozoides.
O diagnóstico da doença é realizado pelo histórico clínico do paciente, exame físico e exames de imagem, como a Tomografia Computadorizada e Ressonância Magnética Cerebral, nos casos de suspeita de tumor da hipófise.
Nos prolactinomas, o tratamento é medicamentoso, sendo em raros casos necessário cirurgia (consulte sempre seu médio de confiança, se necessário consulte mais de uma opinião). Após o controle dos níveis de prolactina, geralmente a fertilidade volta ao normal.

FABÍOLA PECE comenta:  Isto aconteceu comigo. Em meio aos exames que fazia descobri que estava com aumento de prolactina secretada. Mas não cheguei a ter leite saindo do seio. Com muitas mulheres  chega a acontecer isso, porque o organismo reproduz uma situação idêntica a que ocorre quando a mulher está amamentando (prolactina em alta).  Foi diagnosticado um microadenoma hipofisário (aumento de células na parede da hipófise) e porisso foi necessário tomar uma medicação para reduzir e estabilizar este microadenoma. Mas fiquem tranquilos, não tem nada de malignidade.

Nenhum comentário:

Postagens Anteriores

Receba as postagens no seu e-mail

Ocorreu um erro neste gadget

Qual assunto você gostaria de ler ?

Nome:
E-mail:
Assunto:
Mensagem: